Mitos-e-Verdades-Dieta-na-Fibromialgia-1

Mitos e Verdades: Dieta na Fibromialgia (FM)

– 🔅A fibromialgia é uma doença crônica, que acomete cerca de 0,5-2% da população mundial, prevalência no sexo feminino, que se manifesta por DOR osteomuscular difusa, SONO não reparador (acordar cansado), FADIGA, alteração do HUMOR (depressão, ansiedade), além de outros sintomas como gastroinsterinal (conhecida síndrome do intestino irritado).

– Estudos científicos
-📍 1. Dieta hipocalórico (ingestão de 1200 kcal / dia distribuída em 20% de proteína, 50% de carboidratos e 30% de gorduras, na forma de vegetais, frutas, cereais integrais e laticínios leves.
✅ Houve redução da dor.
✅ Houve redução da fadiga
✅ Possível melhora no sono
✅ Houve melhora da ansiedade e depressão

– 📍 2. Dieta baixa em FODMAP (exclusão de todos os produtos lácteos; todos os cereais, exceto arroz; caju; todas as frutas, exceto banana, frutas cítricas, abacaxi, frutas vermelhas, morangos e kiwi; todos os legumes, exceto abóbora, couve, alface, tomate, cenoura e pepino)
* ✅ Houve redução da dor
* ❌ Não houve redução da fadiga
* ❌ Não houve melhora do sono
* ❌ Não houve melhora da ansiedade e depressão

– 📍3. Dieta sem glúten
* ❌ Não houve alteração na dor
* ❌ Não houve redução da fadiga
* ❌ Não houve melhora do sono
* ✅ Houve melhora da ansiedade e depressão

– 📍 4. Dieta vegetariana, os pacientes foram instruídos a adotar uma ingestão crua e com pouco sal, rica em legumes, frutas, cereais integrais e nozes
* ✅ Houve redução da dor
* ✅ Houve redução da fadiga
* ✅ Possível melhora no sono
* ✅ Houve melhora da ansiedade e depressão

– 📍 5. Dieta sem glutamato ou aspartame
* ❌ Não houve alteração na dor
* ❌ Não houve redução da fadiga
* ❌ Não houve melhora do sono
* ❌ Não houve melhora da ansiedade e depressão

🔔🔔De acordo com os resultados desta revisão, uma dieta hipocalórica, uma dieta vegetariana crua ou uma dieta baixa em FODMAPs podem melhorar a dor e a repercussão funcional em pacientes com FM. No entanto, o fato de a melhora ter sido alcançada com diferentes abordagens alimentares, pode levar à hipótese de que o componente psicossomático da doença deve ser levado em consideração.🔔🔔

—>>> ⚠⚠ Intervenções alimentares baseadas em evidências científicas, combinadas com terapia médica, podem ser uma abordagem estratégica no tratamento da FM.

Entre em contato e agende uma consulta, será um prazer lhe atender!

Dra. Thaís Gomes Colodetti
Reumatologista
CRM ES 11638 RQE 10971

Dra Thaís Colodetti

Dra Thaís Colodetti

Reumatologista - CRM ES 11638

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest